"Senhor Deus, peço-te que te lembres de mim, e dá-me força só esta vez, ó Deus, para que me vingue dos filisteus, ao menos por um dos meus olhos."
Juízes 16:28
Ocupação
Nazireu, Juiz
Era
Patriarcas e Profetas
NÍVEL
NÍVEL 35
ESTRATÉGIA
Descubra mais sobre ele lendo Juízes 13-16.
Ocupação
Nazireu, Juiz
Era
Patriarcas e Profetas
NÍVEL
NÍVEL 35
ESTRATÉGIA
Descubra mais sobre ele lendo Juízes 13-16.
HISTÓRIA
PARTE 1 DE 8

NASCIMENTO DO SANSÃO

Sansão nasceu durante um tempo tenso na história de Israel, quando a nação estava em guerra com seus inimigos, os filisteus.

Os pais de Sansão estavam tendo dificuldade em engravidar. Um anjo disse-lhes que finalmente iam receber boas notícias. Eles não apenas teriam um bebê, mas também o rapazinho cresceria para ser o libertador de Israel. Manoá e sua esposa receberam instruções claras do anjo sobre como criar seu filho para ser nazireu. Esta era uma ordem estrita de homens israelitas dedicados a servir a Deus. Eles tinham que se abster totalmente de álcool, nunca tocar em um cadáver ou cortar o cabelo.

Assim como o anjo predisse, Sansão nasceu e seus pais maravilhados o criaram exatamente como haviam sido instruídos.

PARTE 2 DE 8

GOSTO PERIGOSO E FORÇA RIDÍCULA

Sansão cresceu tendo uma força imensa, exceto em um aspecto de sua vida - ele tinha uma queda por belas mulheres estrangeiras. Em vez de encontrar uma boa garota israelita, o homem musculoso foi direto para o território inimigo. Nas colinas da Filisteia, ele conheceu uma mulher em Timna.

Ele fez ouvidos moucos às objeções de seus pais sobre essa garota não ser israelita, e descaradamente fez preparativos para se casar com ela.

Na corrida para o casamento, Sansão foi repetidamente arrebatado pelo Espírito do Senhor e realizou feitos sobre-humanos. Quando um leão tentou atacá-lo, ele despedaçou o animal com as próprias mãos.

PARTE 3 DE 8

UM CASAMENTO E UM ENIGMA

Quando chegou a hora do casamento, Sansão voltou para a Filístia e se entregou a uma aventura culinária única. Ele descobriu a carcaça de um leão dentro da qual um enxame de abelhas havia montado acampamento. Sansão se serviu de um pouco de mel direto do favo de mel e compartilhou algumas das coisas boas com seus pais.

Durante o banquete pré-casamento, Sansão usou seu encontro com uma carcaça de leão e uma guloseima de mel para ilustrar um enigma. Ele testou o enigma com seus trinta padrinhos. Havia grandes riscos envolvidos. Se não conseguissem resolver o enigma, teriam que dar a Sansão trinta peças de linho e roupas. Por outro lado, se descobrissem a resposta, Sansão teria que dar-lhes o mesmo prêmio.

A pista enigmática de Sansão, baseada diretamente no incidente do leão, foi assim:

"Do comedor saiu algo para comer. Do forte saiu algo doce."

PARTE 4 DE 8

VINGANÇA SANGRENTA

Desnecessário dizer que os padrinhos não tinham ideia de como resolver o enigma. Frustrados, eles disseram à noiva que iriam incendiar a casa dela e de seu pai, a menos que ela descobrisse a resposta para o enigma.

Sansão cedeu sob a pressão de sua noiva, que estava compreensivelmente apavorada. Ele deu a ela a resposta e imediatamente ela foi e disse aos padrinhos, deixando Sansão com o fardo de encontrar trinta peças de roupa.

Enfurecido com a forma como seu enigma saiu pela culatra, Sansão foi direto para a cidade costeira de Asquelon. Ali ele sozinho matou trinta filisteus e levou suas roupas. Ele, então, voltou para apresentar aos seus padrinhos a sua recompensa.

Más notícias continuaram a se acumular, no entanto, quando Sansão descobriu que seu sogro havia se aproveitado da ausência de Sansão dando sua noiva em casamento a um dos padrinhos! Ele nem mesmo permitiu que Sansão a visse, mas ofereceu sua irmã mais nova em casamento. Sansão recusou. Ainda mais enfurecido com esta última reviravolta dos acontecimentos, decidiu vingar-se dos filisteus.

PARTE 5 DE 8

DE MAU PARA A PIOR

Sansão desabafou sua fúria contra os filisteus pegando trezentas raposas. Ele então as amarrou aos pares pelas caudas, prendeu tochas acesas nelas e soltou as raposas frenéticas nos campos de grãos e olivais dos filisteus. Os campos foram imediatamente incendiados, o que naturalmente deu um golpe devastador aos filisteus.

Enfurecidos, os donos das plantações viraram-se contra ex-noiva de Sansão e seu pai, queimando-os até a morte.

Sansão, em seguida, saiu e matou ainda mais filisteus depois que ele soube da morte de sua amada e seu pai. O nazireu então encontrou abrigo em uma caverna chamada rocha de Etã.

Enquanto isso, os filisteus reuniram o seu exército e marcharam sobre a tribo de Judá, com que três mil dos seus homens para capturarem Sansão.

Sansão fez um acordo com os homens de Judá. Ele concordou em ser amarrado com uma corda e entregue aos filisteus com a condição de não ser morto.

PARTE 6 DE 8

ARTISTA DA FUGA

Para ter certeza de que ele estava amarrado com segurança, os homens da tribo de Judá amarraram Sansão com duas cordas novas. Mas quando os filisteus estavam prestes a tomar posse de Sansão amarrado, o nazireu os surpreendeu. Flexionando seus músculos, ele quebrou as duas novas cordas que o prendiam. Sansão não tinha armas, mas logo improvisou. Encontrando a queixada de um burro, ele a usou para massacrar mil soldados filisteus.

Por mais que odiasse os soldados filisteus, Sansão ainda tinha uma queda pelas mulheres Filisteias. Ele começou suas celebrações pós-batalha com uma visita a uma prostituta na cidade de Gaza. Percebendo a presença de Sansão, seus inimigos tentaram emboscá-lo esperando no portão da cidade. O tiro saiu pela culatra quando Sansão simplesmente levantou o portão e o carregou até uma colina distante.

PARTE 7 DE 8

SEDUTORA

Outra bela mulher filisteia, Dalila, logo entrou em cena e Sansão se apaixonou perdidamente novamente. Aqui, seus inimigos viram outra oportunidade. Eles subornaram Dalila para persuadir Sansão a compartilhar o segredo de sua força.

Dalila usou seu encanto em Sansão até que ele confessou que amarrá-lo com cordas de arco novas o tornaria impotente. Uma noite, enquanto Sansão dormia, Dalila o amarrou com cordas de arco, mas assim que ele acordou, Sansão se libertou facilmente. Sansão então disse a Dalila que novas cordas eram a resposta. Mas isso também não funcionou. Dalila continuou tentando encontrar o segredo para sua força, mas Sansão persistiu em enganá-la. Ele então disse a Dalila que se seu cabelo fosse tecido em um tear, sua força o abandonaria. Com certeza, enquanto ele dormia, ela teceu seu cabelo em um tear, mas, assim que Sansão acordou, ele se libertou e destruiu o tear.

PARTE 8 DE 8

EMBOSCADA E FINAL DRAMÁTICO

Dalila não desistia, mas continuava a irritá-lo, gradualmente desgastando Sansão. Finalmente, ele perdeu sua determinação e a verdade veio à tona. Sansão confidenciou que, como nazireu, uma navalha nunca havia tocado sua cabeça, mas se ele cortasse o cabelo, perderia toda a força.

E assim foi, enquanto Sansão dormia, lhe cortaram o cabelo. Quando Sansão acordou, ele se viu impotente para enfrentar seus inimigos quando eles vieram atrás dele. Ele foi capturado, seus olhos arrancados e ele foi forçado a trabalhar na prisão, movendo uma pedra de moinho para moer grãos. Os filisteus estavam exultantes porque finalmente Sansão foi capturado.

Algum tempo se passou e os filisteus estavam dando um grande banquete em homenagem a uma de suas divindades, Dagom. Como parte do entretenimento, foi decidido levar Sansão amarrado ao templo onde a festa estava sendo realizada. Eles sentiram um enorme prazer ao ver seu antigo inimigo.

O cego Sansão, cujo cabelo crescera novamente, pediu para ser amarrado entre as duas colunas de sustentação do templo. Ele orou a Deus para dar-lhe forças uma última vez. Deus atendeu ao seu pedido e Sansão forçou os pilares com todas as suas forças até que eles caíram e todo o templo foi derrubado. Três mil convidados na festa morreram junto com Sansão em um final dramático para a vida dramática deste herói bíblico.

Certamente parece que Sansão se entregou a muitos atos horríveis, embora tenha vivido durante um período violento na história da Terra. Ele também claramente falhou em viver de acordo com os altos padrões que seus pais aplicaram tão estritamente à sua educação como nazireu. Apesar da vida rebelde de Sansão, Deus nunca desistiu dele e o levou finalmente à vitória.

Descubra mais sobre Sansão lendo Juízes 13-16 na Bíblia.