"Noé era um homem justo, irrepreensível entre as pessoas de seu tempo, e ele andou fielmente com Deus."
Gênesis 6:9
Ocupação
Construtor Naval, Marinheiro
Era
Patriarcas e Profetas
NÍVEL
NÍVEL 7
ESTRATÉGIA
Descubra mais sobre ele lendo Gênesis 6-9.
Ocupação
Construtor Naval, Marinheiro
Era
Patriarcas e Profetas
NÍVEL
NÍVEL 7
ESTRATÉGIA
Descubra mais sobre ele lendo Gênesis 6-9.
HISTÓRIA
PARTE 1 DE 8

TEMPOS RUINS

A geração de Noé era má notícia. Dez gerações se passaram desde Adão e a população parecia ter esquecido tudo sobre Deus. A sociedade era totalmente corrupta e a violência estava em toda parte. As coisas estavam tão ruins que Deus decidiu destruir a terra com um dilúvio.

É um erro pensar que as pessoas que viviam nos dias de Noé eram primitivas. Eles estavam próximos da perfeição dos primeiros humanos, Adão e Eva. Eles tinham um potencial ilimitado e eram muito avançados, mas, infelizmente, usaram suas habilidades de todas as maneiras erradas.

Os colegas de Noé eram egocêntricos e obcecados por prazer. Eles tinham perdido todo o sentido de onde suas habilidades foram derivadas. Você vê algum paralelo com a sociedade hoje?

Ao enviar o dilúvio, Deus não estava mostrando petulância ou agindo de forma precipitada. Deus ama a humanidade, mas não pode tolerar o pecado. O mundo ainda era relativamente jovem, mas precisava ser purificado.

PARTE 2 DE 8

O CHAMADO

Embora fosse hora de reiniciar o planeta Terra, ainda havia um pequeno grupo de pessoas que permaneceram fiéis a Deus. Noé era um bom homem que seguia Deus. De acordo com a Bíblia, ele viveu " sem culpa."

Noé e sua família foram escolhidos para alertar as pessoas na terra sobre o iminente dilúvio. Deus instruiu Noé a construir um grande barco chamado "arca" para salvar a si mesmos e os animais de todas as espécies. Este foi um ato de misericórdia de Deus e reconhecimento de que ainda havia alguns que seguiam sinceramente a direção de Deus, não importando quais fossem as pressões culturais.

Fiel à sua forma, o Noé aceitou o chamado. Ele decidiu seguir a Deus, por mais estranho ou intimidante que fosse o pedido.

PARTE 3 DE 8

CONSTRUÇÃO

Construir a arca exigiu muita fé. Para começar, seria uma construção enorme, de quinhentos e dez pés de comprimento por quinze de altura, construída inteiramente em madeira de gofer, um tipo de cipreste que não apodrece facilmente.

Isso significa que a arca tinha o comprimento de um campo e meio de futebol e a altura de um prédio de quatro andares. A arca tinha uma capacidade de armazenamento incrível. Podia conter o equivalente a quatrocentos e cinquenta caminhões grandes. Alguns estimaram que a arca poderia conter o equivalente a pelo menos cento e vinte mil ovelhas.

Noé e sua família, junto com os empregados contratados, construíram a arca meticulosamente, apesar de uma montanha de abusos e críticas. Eles precisariam de mais de cem anos de trabalho usando apenas as ferramentas primitivas da época. Era um trabalho que exigia enorme visão e confiança.

PARTE 4 DE 8

AVISO DE INUNDAÇÃO ÉPICA

Os contemporâneos de Noé não ficaram nada impressionados com seus avisos sobre o dilúvio. Para eles, ele era um pregador lunático trabalhando em um projeto de construção insano. Ele pregou por cento e vinte anos, mas os avisos sinceros de Noé caíram em ouvidos surdos.

Ninguém escolheu corrigir seu proceder e se voltar para Deus, apesar de Noé ter implorado que isso salvaria suas vidas. Pior ainda, as pessoas zombavam de Noé, ridicularizando impiedosamente o velho que estava construindo um barco gigante em terra firme.

As pessoas continuaram suas vidas como de costume - comendo, bebendo e se casando. Eles simplesmente não viam razão para acreditar que os bons tempos chegariam ao fim. O que Noé pregou soou ridículo para eles. Não havia precedentes de inundações em todo o mundo e a mera sugestão de uma, parecia loucura.

As pessoas ignoraram Noé, mas, conforme se aproximava a época do dilúvio previsto, animais de todas as espécies da terra começaram a entrar na arca. Ainda assim, as massas não foram influenciadas. Eles não estavam indo a lugar nenhum. Essa era a pior mentalidade de rebanho.

PARTE 5 DE 8

PORTAS FECHADAS

Noé tinha 600 anos quando o dilúvio prometido finalmente chegou. Quando a porta da arca se fechou, era tarde demais. As risadas zombeteiras ainda ecoavam, mas quando a chuva começou a cair forte, as pessoas ficaram horrorizadas. A porta estava fechada, mas eles pagariam o preço final.

A chuva caiu e a enchente subiu e encheu a terra. Houve decolagem e a arca flutuou. Noé não estava dirigindo, mas Deus estava claramente no controle.

As únicas pessoas salvas foram Noé e sua esposa, seus três filhos e suas esposas. É revelador que nem mesmo os carpinteiros que ajudaram Noé a construir a arca se sentiram condenados a se juntar a ele.

PARTE 6 DE 8

PROTEGIDOS

A chuva caiu por quarenta dias e quarenta noites. A arca flutuou na água mantendo Noé, sua família e todos os animais seguros. Felizmente, havia muito para manter a família ocupada com uma arca cheia de animais. Deus disse a Noé quanta comida ele deveria armazenar para os animais e então a tarefa de alimentar seu zoológico flutuante começou.

A água subiu e cobriu a terra por cento e cinquenta dias. Então, a arca pousou no Monte Ararate. No primeiro dia do décimo mês desde o início da chuva, Noé e sua família puderam ver o topo das montanhas. Quarenta dias depois disso, Noé começou a enviar pássaros para descobrir se havia terra seca. Em primeiro lugar, ele enviou um corvo, mas não teve sorte. Ele fez o mesmo com uma pomba que também não encontrou nada. Noé então esperou sete dias antes de enviar a pomba novamente. Desta vez, voltou com uma folha de oliveira fresca. Sua longa espera estava chegando ao fim!

Ao todo, Noé e sua família estavam na arca por um ano inteiro. Era hora de deixar a segurança da arca e começar do zero em um novo mundo.

PARTE 7 DE 8

ARCO-ÍRIS

Noé e sua família sobreviveram à destruição global literal. Deus estava começando o mundo novamente com um pequeno grupo de pessoas que eram fiéis a ele.

Como sinal de que não mais destruiria a terra com um dilúvio, Deus colocou um arco-íris no céu. A partir desse dia, o arco-íris simbolizaria a promessa de Deus. Era o sinal de uma aliança entre Deus e a humanidade.

Deus disse a Noé que cada vez que visse o arco-íris seria uma lembrança da promessa. Deus até disse que o arco-íris seria um lembrete para Si mesmo de que Ele havia feito essa aliança. Isso não significa que Deus se esquece, mas mostra o quão seriamente ele leva essa promessa. O arco-íris é um sinal permanente da fidelidade e proteção de Deus.

PARTE 8 DE 8

DEPOIS

A vida não foi perfeita depois do dilúvio. Em um infeliz incidente pós-dilúvio, Cam, um dos filhos de Noé, descobriu seu pai Noé dormindo e nu.

Em uma demonstração de grande desrespeito ao contexto cultural da época, Cam não apenas observou a nudez de seu pai, mas também contou a seus irmãos sobre isso. Em resposta, Sem e Jafé entraram na tenda de seu pai de costas para evitar vê-lo nu e então o cobriram.

Quando Noé acordou, ele amaldiçoou os descendentes de Cam, amaldiçoando o filho de Cam, Canaã, e seus descendentes. Então abençoou Sem e Jafé. Este herói bíblico morreu na idade avançada de novecentos e cinquenta anos. Ele tinha literalmente ajudado a salvar a raça humana.

Saiba mais sobre Noé lendo Gênesis 6-9 na Bíblia.